Eu odeio espadas longas


"Como assim, Bernardo, como você odeia espadas longas? Elas são tão maneiras. Elas cortam, elas espetam, elas podem ser usadas com uma ou duas mãos (na quinta edição)...". Vamos com calma, meu jovem amigo imaginário, neste texto, irei problematizar algo que acho um SACO, é o efeito "todo guerreiro usa ou espada longa e escudo", sim eu sei que TODO é uma palavra muito forte, uma vez que também são usadas espadas de duas mãos, machados de batalha e, veja só, às vezes até martelos de guerra (mais por sua vantagem de dano concussivo do que por outros fatores, e normalmente estes martelos de guerra são malhos, que, além de não serem propriamente realistas ( o que não é um enorme problema, já que o gênero do jogo é fantasia medieval) são bem menos legais que bec de cobins ou poleaxe (desconheço nomes em português para essas armas).


Primeiro fator: O Nome


Ahhh, o Nome. Quem nunca pegou seu antigo livro de rpg, ou seu primeiro, e se deparou com aquele monte de armas que você nunca viu? Três tipos de espadas! Machado como armas! Martelos como armas?!E até mesmo uma coisa chamada besta, que você achou o nome engraçado. (Claro, se você cresceu com Vikings e com The Walking Dead, você sabia de machados e bestas como armas, mas finja ao menos que há armas que você não conhecia, como a alabarda e a estrela da manhã, ao menos). E aí você vê aquela arma maravilhosa, a mãe de todos os d8, a espada longa...


Até você pesquisar um pouco sobre HEMA (Historical European Martial Arts | Artes marciais históricas europeias) e descobrir que "longsword" é um termo usado, em geral, para espadas de duas mãos, e que de fato mais se parece com a "great sword" (algo como a montante ibérica) do que com uma "arming sword/knightly sword (espada usada pelos combatentes da alta idade média, entre os séculos X e XIII) ou do que uma espada da era viking. Ou seja, o nome "espada longa", ou ao menos, seu nome em inglês, "longsword" é um nome enganatório, mas talvez isso seja só porque eu sou um nerd de história.


Segundo e mais importante fator: a falta de criatividade


Sejamos francos, espadas são legais, eu sei. Eu sou apaixonado tanto por Kriegmesser (espada curva da Alemanha renascentista), quanto por katanas, quanto por sabres poloneses do século XVII... mas, porque toda maldita arma nossa é a espada? Digo, existe uma infinidade de armas legais, que sempre são deixadas de lado por causa desta arma amaldiçoada. Ela sempre tem bons custos benefícios, gerando uma legião de usuários de espadas longas em infantaria... e esquecendo da arma que foi usada, LITERALMENTE desde o que é chamada "pré-história" europeia até o século XX na primeira guerra mundial, a LANÇA.  Em vários formatos e materiais, a lança é uma arma com uma história e acreditem, USO muito maior que a espada. (Veja aqui uma timeline visual de sua história.) Enquanto que a última era uma arma secundária, em especial as de uma mão, a primeira era usada de diversas formas: como arma de arremesso, com as duas mãos (sim, pique, eu estou olhando para você), como lança de cavalaria (não só em justas, era uma tática que perdurou a usar) ou até em uma versão curtíssima como arma primária, quase que como uma adaga, junto a um escudo grande, além de uma lança mais longa sendo usada como arremesso (era o caso dos guerreiros Zulu, um dos povos que vivam onde hoje é a África do sul).  E ela fica lá, reservada ao seus d6 de dano, às vezes d8, mas sem o benefício de alcance comparado a de uma espada (isto usando D&D como base, tem sistemas que a lança causa um dano muito menor que a espada). E isto é o de menos. Quantas lanças mágicas você viu? Agora compare com espadas e machados. Pois é. Isto que eu nem falei das minhas amadas alabardas e dos poleaxes.


Terceiro fator: espadas longas são OP (overpower)


Você deve estar me achando maluco, e sim, eu sou, num mundo onde uma coisa chamada presa da serpente existe (este mundo é tormenta, para os desavisados), mas pensa comigo. Espadas longas normalmente são baratas, tem dois tipos de dano, e causam um dano muito bom pra sua classe de arma (arma de uma mão/ mão e meia). É sempre uma arma excelente, tirando o brilho de muitas outras armas, em especial as que também dependem de força.


Enfim, não quero lhe convencer a nunca mais usar espada longa, mas a tentar usar outras armas, mais criativas, e, caso vá criar um jogo de fantasia medieval, prestar mais atenção a esses detalhes. E um adendo: caso você compartilhe de minha opinião, há um RPG que deixo de sugestão: King Arthur Pendragon. Lá todas as armas são interessantes (com a exceção de armas a distância, pois você ganha menos glória com elas).


361 visualizações2 comentários

81 997241357

Recife - Pernambuco

©2019 por ClubedoXP. Orgulhosamente criado com Wix.com